Técnicas preventivas e corretivas nas lesões do joelho, e muito mais…

Dores no joelho são definidas por vários nomes e causas, mas infelizmente, temos poucos tratamentos eficazes. Condromalácia patelar, síndrome patela-femoral, osteartrose, Síndrome Rotacional Tíbio-Femoral, dor medial no joelho, são nomes usados ​​para descrever problemas muitas vezes debilitantes. É estimado a ocorrência de 200.000 lesões de ligamento anterior do joelho anualmente e 70-75% dessas lesões, são sem contato, ou seja devido a problemas ou posturais e disfuncionais(8,9).

Na maioria das vezes o tratamento é focado na articulação do joelho, o local onde a dor se manifesta. Na realidade, o joelho é a vítima de problemas e mal funcionamento nas articulações e músculos do quadril ou das articulações do pé. Muitas vezes são sugeridos fortalecimento de músculos, principalmente do quadríceps(1)(5), que talvez seja um dos responsáveis por alguns problemas específicos. Na prática o ideal seria fortalecer principalmente recuperar a reação de outros músculos que influenciam o relacionamento “Tibio-Femural”. Nosso estilo de vida contribui muito para que essas disfunções venha a emergir, ficamos sentados o dia todo, seja trabalhando, estudando ou apenas relaxando. Inconscientemente vamos atrofiando músculos importantíssimos que participam nos movimentos de andar, correr etc…., Stuart Mcgill chamou esse fenômeno de “Aminésia Gluteal” ou seja com o tempo vamos esquecendo de ativar nossos glúteos e começamos a “compensar” com movimentos prejudiciais as nossas articulações. [Continue reading]

A Dieta que perdi 17kg

giuantes

Quero deixar claro que não sou nutricionista, nem tenho a chave mágica para seu peso, mas estudo e leio diariamente mais 50 blogs de saúde, alimentação e fitness e estou sempre aplicando e testando várias teorias e técnicas na cobaia mais acessível … [Continue reading]

Bye Bye Alcool

Giuliano Lemes

Hoje dia 10 de Janeiro de 2013 tomo uma decisão, que talvez seja uma das mais difíceis da minha vida: Ficar 1 mês sem consumir nada de alcool. Espera ai! 1 mês? é muito pouco não é?. Não no meu caso, desde em que fiz o transplante de côrnea em … [Continue reading]